Um jovem que estava estudando lógica, foi a um rabino, seu tio, e solicitou ser instruído no Talmude.

– "Lógica?" – perguntou o rabino – "duvido que isso seja suficiente para estudar o Talmude, mas vou fazer um teste com você. Suponhamos que dois homens desçam por uma chaminé, um sai com a cara limpa e o outro com a cara suja. Qual deles vai lavar o rosto?"

– "Isso é fácil, o da cara suja" – respondeu o sobrinho.

– "Incorreto" – disse o rabino – "O da cara limpa. O da cara suja olha o da limpa e pensa que sua cara também está limpa. O da cara limpa olha o da suja e pensa que sua cara está suja, assim que ele vai lavar o rosto."

– "Não pensei nisso" – admitiu o jovem – "dá outra chace aí tio".

– "Voltemos ao início. Dois homens descem por uma chaminé, um sai com a cara limpa e o outro com a cara suja. Qual deles vai lavar o rosto?" – Propôs o rabino.

– "Ué, o senhor acabou de responder, aquele com a cara limpa" – contestou o estudante.

– "Não. Ambos lavam o rosto – disse o rabino – Aquele com a cara suja olha o da limpa e pensa que sua cara está limpa também. Mas o da cara limpa olha o da suja, e pensa que sua cara também o está, então se lava. Quando o da cara suja vê que o o outro está lavando seu rosto, ele também se lava. Portanto ambos lavam sua cara".

– "Não me dei conta dessa alternativa" – expressou o jovem – "dá outra oportunidade".

– "Está bem. Dois homens descem por uma chaminé, um sai com a cara limpa e o outro com a cara suja. Qual deles vai lavar o rosto?" – Perguntou o rabino.

– "Ambos lavam a cara" – respondeu desta vez com ênfase o sobrinho estudante.

– "Não. Nenhum dos dois". – Disse o rabino – "Aquele com a cara suja olha o da limpa e pensa que a sua também o está. O da cara limpa olha o da suja, e pensa que sua cara também está suja. Mas quando ele vê que o homem da cara suja não se lava, ele também não vai se lavar. Portanto nenhum se lava."

– "É, é meio estranho, mas realmente pode acontecer. mas me dê uma última oportunidade e lhe demonstrarei que posso estudar o Talmude" – pediu o jovem.

– "Dois homens descem por uma chaminé, um sai com a cara limpa e o outro com a cara suja. Qual deles vai lavar o rosto?" – Voltou a propor o rabino.

– "Nenhum" – exclamou triunfalmente o estudante.

– "Vê agora por que a lógica não é suficiente para estudar o Talmude? Como é possível que dois homens que desçam pela mesma chaminé, um saia com a cara suja e outra com a cara limpa? Não notou que a pergunta é idiota? E se você tenta responder perguntas tontas, tua resposta será tonta. Assim que você deve aprender algo mais de lógica antes de tentar estudar o Talmude." – Sugeriu o rabino.