Latest Entries »

1) Connect a 256 MB or above flash drive.

2) Download and run USB Disk Storage Format (34 KB). Follow the steps in the first screenshot.

3) Download and run grub4dos.zip (187 KB). Follow the steps in the second screenshot

4) Copy grldr and menu.lst (from HBCD folder of the CD) to the usb drive.

5) Put Hiren’s BootCD (9.7 or newer) into the CD Drive and copy everything from CD to USB Flash Drive. Now the contents of your USB Flash Drive should look like as in the third screenshot.

If you are having problem on changing boot order in bios, please refer Change the Boot Order in BIOS document.

Note: If you get GRLDR error then use syslinux (145 KB) to boot grub4dos.

USB Disk Storage Format
Grub4Dos Installer

Latest View of the USB Flash Drive

Passo 1:

Para permitir que computadores acessem instâncias do SQL Server em outra máquina, a primeira coisa a ser feita é uma configuração na instância que receberá as conexões remotas, no nosso caso, o SQLEXPRESS no servidor SWS01 (como exemplo).

image402.jpg

Para fazer isso, conecte-se localmente na instância do servidor, clique com o botão direito na instância conectada e aponte o mouse para Properties.

image403.jpg

Depois de acessar a tela Server Properties, da instância do SQL Server, escolha, no menu da esquerda, a opção Connections. Na parte direita da tela, referente a Connections, procure a opção Allow remote connections to this server. Deixe essa opção marcada e clique em OK.

image404.jpg

Passo 2:

Para permitir que o protocolo TCP/IP trafegue informações do SQL Server e que conexões possam ser estabelecidas por meio desse protocolo, vamos ativá-lo utilizando uma ferramenta disponível na instalação das ferramentas de administração. A ferramenta é o SQL Server 2005 Surface Area Configuration. Essa ferramenta, por padrão, encontra-se na pasta Configuration Tools do SQL Server 2005. Nessa ferramenta, utilizaremos os recursos de Configuração da Área de Superfície de Serviços e Conexões (Surface Area Configuration for Services and Connections).

image405.jpg

Acesse Configuração da Área de Superfície de Serviços e Conexões (Surface Area Configuration for Services and Connections). No menu da esquerda, expanda o item da instância. Neste caso, SQLEXPRESS. Depois, expanda Database Engine e selecione Conexões Remotas (Remote Connections). Na tela da direita, selecione a opção Conexões locais e remotas (Local and remote connections) e, em seguida, Usando somente TCP/IP (Using TCP/IP only) e clique em OK.

image406.jpg

Continuando com a configuração do TCP/IP, vamos utilizar agora outra ferramenta, SQL Server Configuration Manager. Nessa ferramenta, utilizaremos o recurso Configuração de Rede do SQL Server 2005 (SQL Server 2005 Network Configuration), que se encontra no menu da esquerda. Ao expandir esse item, encontramos os Protocolos para SQLEXPRESS (Protocols for SQLEXPRESS). Ao clicar nele, algumas opções se abrirão do lado direito da tela. Nas opções disponibilizadas, devemos deixar o protocolo TCP/IP com status de Habilidado (Enabled). Para fazer isso, clique com o botão direito do mouse. Após isso, ele aparecerá configurado.

image408.jpg

Depois de configurar o status para Habilitado (Enabled), mais duas verificações devem ser feitas nas propriedades do protocolo TCP/IP. Para acessar essas configurações, clique com o botão direito do mouse em TCP/IP e, em seguida, em Propriedades. Uma tela com duas abas superiores se abrirá. A primeira aba Protocolo (Protocol) deve ficar com a propriedade Habilitado (Enabled) configurada para Sim (Yes).

image409.jpg

Na segunda aba, Endereços IP (IP Addresses), devemos garantir que as propriedades Ativo (Active) e Habilitado (Enabled) estejam configuradas para Sim (Yes) e a Porta TCP com o valor 1433.

image410.jpg

Após garantirmos essas configurações, clicamos em OK para salvar nossas alterações.

Passo 3:

Para iniciar o serviço do SQL Server Browser, utilizaremos novamente a ferramenta SQL Server Configuration Manger. Para acessar a área que controla os serviços do SQL Server, no menu da esquerda, será utilizado o item Serviços de SQL Server 2005 (SQL Server 2005 Services). Na parte direita da tela, os serviços relacionados ao SQL Server são apresentados. O serviço Navegador do SQL Server (SQL Server Browser) encontra-se com seu Estado (State) configurado para Parado (Stopped). Para iniciar o serviço, clique com o botão direito do mouse no serviço e, em seguida, clique em Iniciar (Start). Este processo levará alguns instantes, e o estado antigo passará a ser Em execução (Running).

image411.jpg

Após a inicialização do serviço do Navegador do SQL Server (SQL Server Browser) e as configurações de liberação para acesso remoto e de TCP/IP, o serviço da instância do SQL Server deve ser reiniciado para que as alterações tenham efeito. Para fazer isso, na mesma tela onde foi iniciado o serviço do Navegador do SQL Server (SQL Server Browser), selecione o serviço do SQL Server (SQLEXPRESS), clique com o botão direito do mouse e aponte para Reiniciar (Restart). Aguarde alguns instantes a parada e a inicialização do serviço. Lembre-se de que SQLEXPRESS é a instância do SQL Server do servidor que utilizamos como exemplo.

image412.jpg

Observações:

1. Para que as conexões remotas funcionem no SQL Server 2005, o Firewall da rede deve ter exceções para as instâncias do SQL Server 2005 e o serviço do Navegador do SQL Server (SQL Server Browser);

2. Existem restrições para o usuário da versão Standard Edition. Para mais detalhes, acesse o tópico Recursos e Características das Versões do Maker.

Com o um certificado digital você poderá assinar digitalmente seus e-mail e enviar mensagens criptografadas para seus destinatários utilizando programas como Mozilla Thunderbird ou Windows Mail (antigo Outlook Express).

Antes de iniciar o tutorial obtenha gratuitamente o seu certificado digital com validade de 1 ano no URL: secure.comodo.net. Preencha todos os campos e aguarde o e-mail de confirmação (não é enviado imediatamente).

 Você ira receber um e-mail como esse abaixo, em “Click & install Comodo Email Certificate” você instala automaticamente no seu computador o Certificado digital.

 

certificado_digital_email.gif

 

se houver algum problema devido a incompatibilidade do navegador (padrão) que você estiver usando tente o seguinte: acesse o URL: https://secure.comodo.net/products/!SecureEmailCertificate_Collec2 , entre com o e-mail que usou para obter o certificado e o password informado no e-mail. Agora basta configurar o seu programa de e-mail favorito;

 

Mozilla Thunderbird:
Ferramentas/Configurar Contas/ Segurança.

 

certificado_digital_thunderbird.gif

 

Em selecionar ira direcionar automaticamente para o local onde esta o certificado, que é o mesmo para Criptografia.

 

No Windows Mail (antigo Outlook Express):
Ferramentas/Contas/Propriedades/Segurança.

 

certificado_digital_windows_mail.gif

 

Da mesma forma, em selecionar ira direcionar automaticamente para o local onde esta o certificado, que é o mesmo para Criptografia.

 

Quando receber uma mensagem com assinatura digital basta verificar um ícone na mensagem ao click aparecera as informações certificadas do remetente bem como da autoridade certificadora:

 

certificado_digital_propriedades.gif

 

Se a mensagem for criptografada o aviso acima estará indicando esta opção, lembre que para enviar mensagem criptografada o destinatário precisa ter sua chave publica instalada e não poderá visualizar o e-mail em navegadores somente com um programa leitor de e-mail.

No Outlook 2010
 
 

A Microsoft confirmou a existência de seis versões diferentes do Windows 7. Isto é idêntico ao que foi feito com o Vista, embora você não verá o Windows 7 Home Basic nas prateleiras de venda. Também não vai contar com o Windows 7 Starter, dependendo do local onde mora e do hardware que estiver usando.

Ficou confuso? Então acompanhe a descrição dessas versões do Windows 7, por ordem de complexidade. E saiba também onde (e se ) estarão disponíveis e como instalar.

Windows 7 Starter
Falta: Aprimoramento da função Aero; habilidade de executar mais de três programas simultaneamente; criações HomeGroup; capacidades completas de mobilidade.
Disponibilidade: Apenas para mercados emergentes, instalado em máquinas OEM específicas e limitada por certos tipos de hardware.

Windows 7 Home Basic
Falta: Aprimoramento da função Aero; previews em thumbnail; compartilhamento da conexão de internet.
Disponibilidade: Apenas mercados emergentes (nada de Estados Unidos, Europa ocidental, Japão e outros países desenvolvidos).

Windows 7 Home Premium
Inclui: Melhorias na função Aero; capacidade multitoque; funcionalidade de mídia para rodar filmes e gravar DVDs; habilidade de criar grupos de rede doméstica.
Disponibilidade: No mundo todo.

Windows 7 Professional
Inclui: Melhorias nas funções de network; backup avançado; impressão inteligente; pastas offline; Mobility Center; Modo Apresentação.
Disponibilidade: No mundo todo.

Windows 7 Enterprise
Inclui: Branch Cache; DirectAccess; BitLocker; AppLocker; boot a partir de suporte VHD.
Disponibilidade: Apenas licenças por volume.

Windows 7 Ultimate
Inclui: Tudo. Todas as funções. Não é apenas uma porção de extras Ultimate – a Microsoft captou a noção de add-ons para seus futuros sistemas operacionais.
Disponibilidade: Limitada.

O que escolher e como instalar
A Microsoft calcula que as versões Windows 7 Home Premium e Windows 7 Professional sejam as mais vendidas. A primeira visa os antigos usuários, enquanto a outra versão deve ser a escolhida por pequenas e médias empresas.

A Microsoft ainda não divulgou suas sugestões e recomendações oficiais quanto aos requisitos de hardware para cada versão, portanto fique atento. Porém, a empresa  alega que as várias edições do Windows 7 poderão ser executadas “em uma vasta gama de hardwares, de netbooks a desktops para gamers.”

A empresa também ainda está para anunciar os valores dos produtos Windows 7. Fazer upgrade a partir de uma versão inferior do Windows 7 para uma com mais variedades, será manuseado pelas funções de upgrade da Microsoft. Para mudar de uma versão do Vista para uma do Windows 7 não será necessário nenhum tipo de reformatação.

Ou seja, o novo sistema operacional pode ser instalado diretamente sobre uma edição do Vista sem complicações. Porém, migrar do XP para o Windows 7 requererá uma instalação mais detalhada, visto que irá pular de uma versão de 32-bit para uma de 64-bit.

Aualizado com base em Multiboot CD Ultimate Boot CD

Utilities:
:: Acronis Disk Director Suite 10.0
:: Acronis Drive Cleanser 6.0
:: Acronis Migrate Easy 7.0
:: Acronis True Image Home 2009
:: Memtest86+ 2.10
:: Paragon Disk Wiper 8.5 Professional
:: Paragon Drive Backup 9 Professional
:: Paragon Hard Disk Manager 2009 Suite

NOTA 1: Para iniciar a partir de colocar todos os USB, basta montar a iso (use DAEMON Tools ou álcool) e copiar o conteúdo para uma pasta chamada "root"; mover pasta "raiz" dentro de um novo um chamado "UBCD". Coloque makeusb.cmd, syslinux.exe e wait.exe no "UBCD" pasta e ao correr:

Image Hosted by ImageShack.us

Hello world!

Welcome to WordPress.com. This is your first post. Edit or delete it and start blogging!

Blu-ray

Antes que uma nova guerra dos formatos começasse, a Panasonic tomou a iniciativa e propôs um padrão de exibição de imagens 3D para o formato Blu-ray.

Desta vez a proposição foi feita diretamente à Blu-ray Disc Association, associação que congrega os principais fabricantes e desenvolvedores de BD e, cujas determinações devem ser seguidas pelos associados e passam a ser mandatórias.

As discussões deverão ter início ainda este ano e, espera-se que o novo padrão esteja disponível, comercialmente, a partir de 2010.

Recentemente uma guerra em tecnologias 3D teve início com diversos fabricantes de televisores, games e produtores de Hollywood defendendo os seus próprios padrões. A Panasonic é associada à Disney em questões de conteúdos Blu-ray. Por esse motivo se espera que, ao menos neste caso, ambos devem defender o mesmo sistema nas discussões que prometem ser longas e árduas. O Mercado não deseja ver outra guerra de formatos onde consumidores, revendedores e fabricantes só têm a perder.

"Havia um cego sentado numa calçada em Paris, com um boné a seus pés e um pedaço de madeira escrito com giz branco: "Por favor ajude-me, sou cego".

Um publicitário da área da criação que passava em frente a ele parou e viu poucas moedas no boné.

Sem pedir licença, pegou no cartaz virou-o, pegou no giz e escreveu outro anúncio.

Voltou a colocar o pedaço de madeira aos pés do cego e foi embora.

Ao cair da tarde, o publicitário voltou a passar em frente ao cego que pedia esmola.

Seu boné agora estava cheio de notas e moedas.

O cego reconheceu as pisadas do publicitário e perguntou-lhe se tinha sido ele quem reescrevera o cartaz, sobretudo querendo saber o que ele havia escrito.

O publicitário respondeu: "Nada que não esteja de acordo com o seu anúncio, mas com outras palavras."

E sorrindo continuou o seu caminho.

O cego nunca soube o que estava escrito, mas o seu novo cartaz dizia:

"Hoje é Primavera em paris e eu… não posso vê-la." "

Quantas vezes já nos deparámos com situações em que se poderia ter alterado algo e com a "preguiça" com o "deixa andar", com o cansaço não alteramos e guardamos para o outro dia, guardamos para outro momento.

Quantas vezes nos deparámos com situações em que a estratégia que é usada não é a mais correta para aquilo a que se propõe e não ousamos propor uma nova estratégia.

Assim e derivado às atitudes anteriores quantas oportunidades não perdemos, quantas mudanças deixamos fugir?

Com isto, apenas pretendo chegar a um único ponto:

Se queremos mudar, fazer, alterar algo, devemos fazer sem hesitar, às vezes o pensar muito deixa fugir oportunidades.

Devemos ter primeiro o impulso, depois a coragem e só depois o pensamento.

Aqui corremos o risco do imprevisto redobrado, do improvisar, mas não pudemos esquecer que a vida é feita de imprevistos e nada sai como queremos e planejamos, só às vezes ela – vida – nos presenteia com algo que estava no previsto.

Assim em modo de conclusão, termino com a última parte do texto com que iniciei:

"Sempre é bom mudarmos de estratégia quando nada acontece".

Acrescento sempre é preciso mudar, arriscar, alterar, experimentar novas coisas, aprender
algo novo, acima de tudo nunca parar nem estagnar, pois isto sim é acontecer, é viver.

Na seção [Files –> Shared Folders –> Mensagens PowerPoint] tem o PPS da mensagem
 
 

Um jovem que estava estudando lógica, foi a um rabino, seu tio, e solicitou ser instruído no Talmude.

– "Lógica?" – perguntou o rabino – "duvido que isso seja suficiente para estudar o Talmude, mas vou fazer um teste com você. Suponhamos que dois homens desçam por uma chaminé, um sai com a cara limpa e o outro com a cara suja. Qual deles vai lavar o rosto?"

– "Isso é fácil, o da cara suja" – respondeu o sobrinho.

– "Incorreto" – disse o rabino – "O da cara limpa. O da cara suja olha o da limpa e pensa que sua cara também está limpa. O da cara limpa olha o da suja e pensa que sua cara está suja, assim que ele vai lavar o rosto."

– "Não pensei nisso" – admitiu o jovem – "dá outra chace aí tio".

– "Voltemos ao início. Dois homens descem por uma chaminé, um sai com a cara limpa e o outro com a cara suja. Qual deles vai lavar o rosto?" – Propôs o rabino.

– "Ué, o senhor acabou de responder, aquele com a cara limpa" – contestou o estudante.

– "Não. Ambos lavam o rosto – disse o rabino – Aquele com a cara suja olha o da limpa e pensa que sua cara está limpa também. Mas o da cara limpa olha o da suja, e pensa que sua cara também o está, então se lava. Quando o da cara suja vê que o o outro está lavando seu rosto, ele também se lava. Portanto ambos lavam sua cara".

– "Não me dei conta dessa alternativa" – expressou o jovem – "dá outra oportunidade".

– "Está bem. Dois homens descem por uma chaminé, um sai com a cara limpa e o outro com a cara suja. Qual deles vai lavar o rosto?" – Perguntou o rabino.

– "Ambos lavam a cara" – respondeu desta vez com ênfase o sobrinho estudante.

– "Não. Nenhum dos dois". – Disse o rabino – "Aquele com a cara suja olha o da limpa e pensa que a sua também o está. O da cara limpa olha o da suja, e pensa que sua cara também está suja. Mas quando ele vê que o homem da cara suja não se lava, ele também não vai se lavar. Portanto nenhum se lava."

– "É, é meio estranho, mas realmente pode acontecer. mas me dê uma última oportunidade e lhe demonstrarei que posso estudar o Talmude" – pediu o jovem.

– "Dois homens descem por uma chaminé, um sai com a cara limpa e o outro com a cara suja. Qual deles vai lavar o rosto?" – Voltou a propor o rabino.

– "Nenhum" – exclamou triunfalmente o estudante.

– "Vê agora por que a lógica não é suficiente para estudar o Talmude? Como é possível que dois homens que desçam pela mesma chaminé, um saia com a cara suja e outra com a cara limpa? Não notou que a pergunta é idiota? E se você tenta responder perguntas tontas, tua resposta será tonta. Assim que você deve aprender algo mais de lógica antes de tentar estudar o Talmude." – Sugeriu o rabino.

  1. Há muito mais "nada" do que matéria..
    Cerca de 73% do Universo é composto de "nada" (ou o que os cientistas chamam "energia escura" ). Dos 27% restante, 23% é matéria escura, partículas que não podem ser vistas nem medidas diretamente. Só 4% é matéria bariônica, o tipo de coisas que chamamos de "algo".
  2. O "Nada" compõe o "Tudo".
    Qualquer "algo", é composto quase em sua totalidade por "nada". Principalmente, os átomos consistem em enormes espaços vazios. A solidez da matéria é uma ilusão causada pelos campos magnéticos das partículas sub-atômicas. Difícil acreditar, mas uma barra de aço tem mais "nada" do que aço.
  3. Cada vez há mais e mais "Nada".
    Os astrofísicos mediram a expansão do Universo e descobriram que a energia escura (o "nada") se estende para os confins do Universo a velocidade direta e crescente.
  4. O "Nada" pesa e é poderoso.
    O "Nada" também tem peso, devido a sua energia. Há aproximadamente um grama de "nada" a cada 400 mil quilômetros quadrados. Mas a energia desse pouco "nada" é potencialmente maior que toda a energia de todas as armas e plantas nucleares do planeta.
  5. A origem do Universo é o "Nada".
    Atualmente, tirando as equações complicadas do meio, a física sustenta que o Universo foi criado do "nada", assim como a maioria das religiões sustenta. Isto é: "nada" deu origem ao Universo.
  6. No "Nada" acontecem muitas coisas.
    Inclusive do vazio mais vazio, não se pode dizer que realmente não ocorra "nada" ali. Os cientistas especulam que o vazio está completamente cheio de partículas e antipartículas que se aniquilam entre si em menos de 10-25 milisegundos. Um tempo tão curto de duração que "não dá tempo" da existência de uma maneira consistente ou, dito de outra maneira, não chega a ter efeitos sobre o Universo.
  7. O "Nada" é intocável.
    O vazio não succionará os astronautas, como nos filmes, se sua nave se romper. O que acontecerá em realidade é que o vazio irá "fabricar espaço", e a atmosfera da nave empurrará os astronautas para esse espaço. Em outras palavras, ninguém nem nada pode entrar no "Nada": ali onde há algo, não pode ter nada.
  8. Num buraco negro não há nada do "Nada".
    Os buracos negros não são buracos em absoluto, não estão vazios. Bem longe de parecer-se a um "Nada", são em realidade os pontos com mais coisas do Universo. O que ocorre é que há tanta matéria num buraco negro, que o "nada" não é suficiente para criar um "lugarzinho de nada.
  9. Nada é para sempre.
    Você pode escolher viver a sua vida de duas formas distintas: "o Nada é para sempre" ou "nada é para sempre". A depender desta escolha estará o sucesso naquilo tudo que planejar fazer.
  10. Comentar não custa "Nada"